sexta-feira, 14 de julho de 2017

Allons enfants de la patrie, le jour de gloire est arrivé

Hoje é o dia nacional de França, o célebre " 14 juillet", dia da Tomada da Bastilha. Porquê recordar tal data ? Porque hoje de novo a França representa uma esperança para a Europa, a esperança da Europa dos seus ideais mais fidedignos, da liberdade, igualdade e fraternidade, tão arrastados pela lama nos tempos presentes, entre outros por uma personagem que o sr. Macron decidiu convidar para a comemoração, o sr. Trump, cujo reconhecimento nesses valores desse ser diminuto, havendo mesmo merecidas dúvidas se ele saberá o significado de tais palavras. É que para falar delas os 140 caracteres do Tweeter, tão caros a esse milionário que agora é temporariamente presidente, não chegam. E para tudo o que tenha mais que isso ele não entende. Quando os ingleses optam pelo Brexit os valores europeus tremem na sua aplicação, quando hungaros escolhem Orban, valha-nos  Deus, quando os de leste repudiam refugiados, Cristo ajoelha, quando os italianos quase escolhem um idiota para primeiro ministro, que dizer, agora derrotada Le Pen, acredito na França para equilibrar a Europa calvinista da sra. Merkel. Daí me juntar ao  hino "allons enfants de la patrie, le jour de gloire est arrivé, contre nous de la tyrannie, etc ".

Sem comentários:

Enviar um comentário